PLAY FALSE

Só os seres humanos são conhecidos por pensarem e questionarem sobre um propósito de vida além da básica e simples necessidade de sobrevivência. Ou a natureza da própria existência. O que somos  e o que nos condiciona. Uma viagem pela condição humana, confronta-nos com a nossa existência histórica e social.  A busca por um sentido muitas vezes nos entrega à emergência da articulação entre o homem e os seus limites, que o levam ao que é autêntico, mas também ao que é falso.E quem melhor do que Shakespeare para falar sobre os conflitos mentais, as emoções versus razão ou mesmo o que está para além das palavras.Recorrer à psicologia e comportamento humano de personagens como Lady Macbeth, Hamlet, Romeu e Julieta, Richard III  e reflectir sobre as suas próprias questões. Utilizando as suas palavras e acções como matéria para os nossos gestos e movimentos.

Conceito Coreografia e Interpretação - António Cabrita e São Castro | Musica Original - António Cabrita e São Castro 
Produção - Vo’Arte | Apoio a Residência Artística – Teatro Viriato, Viseu - Portugal Companhia Portuguesa de Bailado Contemporâneo Pro-Dança, Companhia Nacional de Bailado

Reviews

…” Mas aqui há um poderoso efeito magnético: com um assombroso foco físico e mental os intérpretes constroem 50 minutos encantatórios. “ Luisa Roubaud in Público, 7 Dez.2015

 Prémio Autores Melhor Coreografia SPA 2015

WEBSITE  PROGRAMAÇÃO E DESIGN : ANTONIO CABRITA            FOTOGRAFIAS : SUSANA PEREIRA | CARLOS PERIRA | K. DILGER | AUGUSTO CABRITA | PATRICE ALMEIDA | RUI APOLINÁRIO